Notícias

Universidade russa seleciona bailarinos brasileiros

A Rússia, referência mundial na prática de balé, forma anualmente centenas de bailarinos no método Vaganova, uma das escolas mais famosas e influentes do mundo. Apesar do reconhecimento, o ensino do balé desenvolvido por Agrippina Vaganova não chegou ao Brasil. Agora, 20 brasileiros terão a oportunidade de fazer o curso na Rússia. A Aliança Russa de Ensino Superior começou a entrevistar candidatos interessados em cursar bacharelado em Formação de Professores em Balé Clássico no Instituto Estatal de Artes e Cultura de Belgorod.

A entidade, também conhecida como BGIK, foi fundada em maio de 1960, e lidera o ensino de arte e cultura da Rússia. Entre o corpo docente encontram-se 22 artistas populares da Federação Russa e 116 mestres e professores. Anualmente, equipes criativas formadas por professores e alunos do BGIK estão envolvidas em composições nacionais e internacionais, desfiles, festivais e exposições de arte.

As inscrições para o curso vão até o dia 25 de junho e os candidatos precisam ter pelo menos quatro anos de experiência em balé clássico. Todos os alunos aprovados passarão pela Faculdade Preparatória em russo, com duração de nove meses. Para participar, o estudante deve estar, no mínimo, no terceiro ano do Ensino Médio e ter, no máximo, 30 anos. O curso tem duração de quatro anos e o custo é de US$ 3.000,00 anuais. O valor já inclui alojamento e plano de saúde.

Os selecionados viajam em outubro de 2013 e ficam hospedados na própria Universidade. Nos quatro anos de aula, os estudantes terão formação no método Vaganova, com especialização em coreografias, estudos intensivos de repertório, anatomia e mecanismo do movimento. Depois de formado, o profissional estará apto a montar e dirigir espetáculos para teatro, cinema ou TV, além de atuar como bailarino e coreógrafo.

Os interessados devem se inscrever pelo site www.aliancarussa.com.br ou pelos telefones 55 (11) 3854-2513 / 3854-2514 / 3854-2515.

Fotos: divulgação Belgorod State Institute of Culture and Arts

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *