Notícias, Universo da Dança

SPCD se une à campanha #culturaemcasa com conteúdos gratuitos on-line

Atendendo às orientações do Governo do Estado de São Paulo em relação ao enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19), a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) se une à campanha #culturaemcasa, criada para estimular a permanência das pessoas em seus lares.

Sob o selo #SPCDDigital, a companhia aprofunda suas ações de difusão da dança em diferentes frentes do meio virtual. A partir do dia 27/03, o público vai poder conferir na íntegra a transmissão de obras marcantes do repertório da Companhia no canal da SPCD no YouTube. A estreia acontece com La Sylphide (2014), clássico do romantismo coreografado pelo argentino Mario Galizzi e com música de Herman Severin Lovenskiold. Os espetáculos ficarão disponíveis gratuitamente, para visualização sob demanda, por 15 dias. Ao fim do período, uma nova criação entrará em cartaz, sempre às sextas-feiras.

Em paralelo a isso, as redes sociais da SPCD veiculam conteúdos como entrevistas com coreógrafos; curiosidades sobre os bastidores da Companhia e suas obras e trechos de espetáculos comentados por bailarinos. As crianças também têm vez: elas poderão se divertir com livretos de atividades infantis, disponíveis para impressão no site www.spcd.com.br, e contação de histórias de clássicos do balé em formato de podcast.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by SPCD (@saopaulociadedanca) on

O selo #SPCDdigital abrange ainda a veiculação de palestras voltadas para educadores e demais interessados, bem como o fortalecimento do streaming dos documentários Figuras da Dança, que apresenta a história da dança no País a partir de depoimentos em primeira pessoa de grandes personalidades da área. Parte desses artistas veteranos se soma aos esforços no enfrentamento ao COVID-19 e, periodicamente, vai surgir nas redes sociais da Companhia com mensagens em vídeo que estimulam a campanha #fiqueemcasa.

Os bailarinos da Companhia seguem na ativa e, quinzenalmente, terão encontro marcado com o público para um bate-papo em lives nas redes sociais. Diariamente, os Stories dos perfis oficiais da SPCD no Facebook e no Instagram vão apresentar um pouco da rotina de exercícios, alongamentos e ensaios que eles mantêm em casa durante o período de distanciamento social.

“A São Paulo Companhia de Dança está trabalhando em sintonia com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado no sentido de proporcionar diferentes conteúdos de modo a estimular que o público permaneça em casa, ao mesmo tempo em que incentiva o consumo de conteúdo cultural pelo meio digital – visto que as atividades presenciais não são possíveis neste momento”, comenta a diretora artística da SPCD, Inês Bogéa.

A campanha acontece ao longo das próximas semanas em todas as redes sociais da SPCD: Facebook (@spciadedanca), Instagram (@saopaulociadedanca), Twitter (@spciadedanca) e YouTube (Memoria_SPCD).


O que: #SPCDDigital
Cronograma de 23 de março a 03 de abril

23/03 (segunda-feira)
Figuras da Dança – Mara Borba
Documentário sobre a carreira da bailarina e sua relação com a história da dança no Brasil.
Disponibilização de vídeo na íntegra.

25/03 (quarta-feira)
Canteiro de Obras – La Sylphide
Vídeo sobre os bastidores da criação da obra coreografada por Mario Galizzi.
Disponibilização de vídeo na íntegra.

27/03 (sexta-feira), às 18h
Obra completa – La Sylphide
Transmissão da obra coreografada por Mario Galizzi.
Disponibilização de vídeo na íntegra pelo período de 15 dias.

30/03 (segunda-feira)
Figuras da Dança – Lia Robatto
Documentário sobre a carreira da bailarina e sua relação com a história da dança no Brasil.
Disponibilização de vídeo na íntegra.

01/04 (quarta-feira), às 19h
Obra comentada – La Sylphide por Yoshi Suzuki
Vídeo onde o bailarino comenta um trecho da obra e fala sobre curiosidades e bastidores do balé.
Na sequência, o público poderá bater um papo com ele em uma live nas redes sociais.

03/04 (sexta-feira)
Podcast Contos de Balé – O Lago dos Cisnes
Na estreia do podcast, voltado ao público infantil, a diretora artística da São Paulo Companhia de Dança, Inês Bogéa, narra a história desse grande clássico do repertório da SPCD.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *