Ler, Ver e Ouvir, Música

Projeto une música de câmara, dança e democratização do acesso à cultura

aba_brasil-orquestral

A CAIXA Cultural Salvador apresenta, de 7 a 9 de abril (sexta a domingo), em seu segundo ano de realização, o projeto Brasil Orquestral, realizado pela CAIXA e Maré Produções Culturais. A proposta é ser um espaço que envolve música e dança, mas também uma noite para oportunizar o acesso a música clássica, democratizando o acesso à cultura e trabalhando a formação de plateia.

A iniciativa reúne nomes de destaque na música de câmara produzida na Bahia e no Brasil, promovendo concertos que aproximam o grande público desse universo musical. O projeto tem direção musical e apresentação do Maestro Carlos Prazeres e curadoria de Gil Vicente Tavares. A abertura da edição 2017 fica por conta da Camerata Opus Lumen, da Orquestra Sinfônica da Bahia, que trará o repertório que caiu nas graças do público de Salvador, o Cine Concerto, que une o encanto da música com a paixão pelo cinema.

Durante a apresentação, a bailarina e coreógrafa Bárbara Barbará mostra a sua dança enquanto as músicas são executadas, trazendo para o corpo os movimentos que as obras apontam. “Quando eu danço no Brasil Orquestral é como se fizesse um convite para escutar comigo de outra forma aquela obra. A dança traz outra possibilidade de leitura para aquilo que eles estão ouvindo e assistindo”, comenta a bailarina.

Foto: Leto Carvalho/divulgação
A baialarina Bárbara Barbará, em apresentação no Brasil orquestral 2016 | Fotos: Leto Carvalho/divulgação

A cada noite, o Maestro Carlos Prazeres traz informações de forma didática, a fim de auxiliar o espectador a conhecer mais sobre a história dos compositores, das peças executadas e outras curiosidades. Para ele, a motivação é romper as barreiras que distanciam o público da música clássica, pensando experiências em que pessoas de diferentes gerações, classes sociais e origens possam viver uma experiência estética leve, interativa e delicada. “O Brasil Orquestral traz a música de câmara repaginada através de uma leitura lúdica e ao mesmo tempo didática. Tenho certeza de que destas pequenas salas sairão grandes públicos, capazes de assimilar com propriedade toda a riquíssima experiência sensorial que vão encontrar neste novo e instigante mundo”, declara o maestro.

Os ingressos para todas as apresentações serão vendidos a partir das 9h da quinta-feira (30/03), na bilheteria da CAIXA Cultural Salvador, a preços populares.

Sobre a Camerata Opus Lumen
O grupo executa peças eruditas contemplando a música clássica, passando pela popular estilizada, e abrangendo o público de qualquer faixa etária e segmento social. A formação conta com Solamy Oliveira (clarinete), Gustavo Seal (oboé), Ilza Cruz (fagote), Adelson (trompa), Antonio Carlos (flauta) e Humberto (percussão).


O que: Concerto – Brasil Orquestral 2017
Concertos – Opus Lumen – Orquestra Sinfonica da Bahia
Coreografias – Bárbara Barbará
Quando: 07 e 08/04, às 20h | 09/04, às 19h
Onde: CAIXA Cultural Salvador
Onde: Rua Carlos Gomes, 57 Centro | Salvador-BA
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)
* venda de ingressos a partir das 9h nos dias de apresentação
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: (71) 3421-4200
Estacionamento gratuito ao lado

Postagem AnteriorPróxima Postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *