Artigos, Em pauta

Imagem e autoestima: a sacada é expressar a sua identidade!

aba_moda-identidade

Autoestima se constrói, assim como a estima. Gostar de como somos é o primeiro passo para sermos o que desejamos!

Com essas palavras inicio minha caminhada no Dança em Pauta com o objetivo de estimular o questionamento individual sobre a própria essência e imagem.

moda-identidade1Assim como em muitas danças, a nossa relação com a moda pode ser aquela onde um dita e o outro obedece (que funciona, mas dificilmente te possibilitará ter estilo próprio) ou onde um propõe, o outro aceita (ou não) e/ou provoca outra ideia.

Você já parou para pensar que a maneira como nos vemos reflete no modo como as pessoas nos veem? Vale a pena reler!!! A imagem que transmitimos é a soma das nossas escolhas e por isso o autoconhecimento se faz necessário. O processo deve acontecer de dentro pra fora.

Somos únicos, nossas características são diferentes e, tendo experiências e histórias distintas, não poderíamos expressar nosso entendimento de como vemos o mundo da mesma maneira do outro. Temos traços diferentes, corpos, cicatrizes e curvas diversas, como então seguir padrões sem questionar?

Hoje, a moda, tendência de consumo da atualidade, é composta por diversos estilos, está mais acessível e oferece padrões que atendem aos mais diversos gostos e necessidades, porém, de nada adianta toda essa oferta se não conhecemos a nós mesmos e não temos ideia daquilo que pode nos valorizar.

Você sabe qual é o seu tipo de corpo?

moda-identidade-2Nossa imagem é parte da nossa comunicação com o mundo e possibilita interações sociais e outras formas de vermos a nós mesmos. Aprender a comunicar as escolhas através do que se veste é uma arte, exige autoconhecimento e a criação de uma identidade visual para seu próprio corpo. Para isso não existe uma fórmula, existe a descoberta de cada um.

A personalidade é muito mais importante que a roupa e, assim como nos passos de dança, nada deve ser julgado como apenas certo ou errado. Entretanto, os passos da vida podem ser melhorados com a valorização das nossas características através das roupas e acessórios, esse processo pode despertar novas descobertas, estimulando novos aprendizados e resultando em escolhas com mais sentido.

De maneira consciente, saindo do automático (onde copiamos e executamos sem questionar) somos capazes de substituir uma simples aquisição (seja de uma roupa ou de uma aula de dança) por autoestima. Sim! Quando adquirimos algo com sabedoria, não pagamos preço e sim valor.

DICA AOKI:
Brinque de ousar ser você mesmo!

É com humor e inteligência que o próprio estilo aparece e, como dizia Christian Dior: “A felicidade é o segredo da beleza”. Seja feliz com cada decisão! Entenda que cada um de nós é um modelo exclusivo, único, por isso a importância de saber mais sobre si e de se relacionar com a própria essência. Repito, não existe certo ou errado, mas a escolha consciente das suas roupas, calçados e acessórios certamente irá valorizar o que você tem de melhor. Pratique ser você mesmo!!

Fotos: Lucas Ferreira e Amanda Fermino

Postagem AnteriorPróxima Postagem
Empresária, consultora de imagem, proprietária do Atelier Márcia Aoki, em Curitiba, e sócia-proprietária da marca de calçados para dança Meraki. Formada em Relações Internacionais é especialista em Educação Ambiental e Sustentabilidade.

1 Comment

  1. Ser livre para decidi qual movimento quer mostrar com seu corpo, poder andar, vestir e se comportar como deseja requer identidade única. As palavras de Marcia nos fazem refletir sobre nossa presença feminina no mundo e o queremos fazer com ela. Parabéns pela instigante e cativante publicação!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *