A dança no cinema, Ler, Ver e Ouvir

Curitiba Afro-polaca-brasileira no filme Lavra

aba_filme-lavra

Título Original: Lavra
Ano de produção: 2015
Gênero: dança
Direção: Anderson Lino
Direção artística e coreográfica: Ana Fregonese
Elenco: Thiago Nel, Betina D’Agnoluzzo, Priscilla Pontes, Ariane Souza, Natália Montoni, Tatiana Ferreira, Cícero Adolfo e Ana Fregonese
Direção de Fotografia: Elisandro Dalcin
Diretora de produção: Natália Montoni
Direção Musical: Gerson Oikawa
Maquiagem: Jhonny Macartney e Amali Mussi
Figurino: Marcia Aoki
Acessórios e estética afro: Carla Torres
Sinopse: Lavra é uma experiência em dança no universo do cinema e utiliza a criação musical e a poesia como meio para sua construção dramática. O filme é inspirado em pensamentos, letras e poesias de Paulo Leminski, poeta curitibano que sentia prazer em assumir-se como um ‘afro-polaco-brasileiro’. Sua relação com a cultura africana é ressaltada em seus textos quando refere-se a “mitos e valores de uma cultura antiquíssima, de beleza e sabedoria incomparáveis”, e no valor que atribuía a importância de assumir a ascendência e construir uma identidade, de “querer ser exatamente aquilo que a gente é”. O filme convida a preparar o solo da folha em branco em uma viagem ao passado para uma reconstrução do presente. Lavrar, revirar, remexer a história, permitir que o húmus da cultura chegue a superfície.


Um estudo sobre a cultura africana em Curitiba

Nos dias 20 e 21 de novembro, o SESC Paço da Liberdade, em Curitiba, apresenta o filme Lavra, uma produção da Filhos da Mama através do projeto Curitiba Mestiça, que buscou pesquisar a relação com a cultura africana na história da cidade, tanto através dos imigrantes escravos que aqui viveram quanto pela influência dos costumes do norte do país. O resultado desta pesquisa é relatado no filme em forma de música, cantos e danças, traços fortes da cultura africana.

O projeto é um trabalho de estudo e preservação de uma etnia. Pontua locais públicos, palcos de muitas manifestações culturais organizadas pelos negros, através da linguagem do audiovisual, agregando outras linguagens e mostrando um lado desconhecido de Paulo Leminski, um poeta ícone da cidade, que insistia em falar sobre a importância de assumir a ascendência e construir nossa identidade.

Fotos: divulgação

Confira o making off!

  • O que: exibição do filme Lavra
    Quando: 20/11, às 20h | 21/11, às 18h
    Onde: Sesc Paço da Liberdade
    Onde: Praça Generoso Marques, 189 Centro | Curitiba-PR
    Quanto: entrada gratuita (retirada de ingressos no local, com 1 hora de antecedência. Sujeito a lotação)
    Informações: www.facebook.com/lavracm/
Postagem AnteriorPróxima Postagem
Jornalista formada pela Universidade Tuiuti do Paraná, atuando na área desde 1997 como repórter, redatora e assessora de imprensa. Em 2010, lançou o site Dança em Pauta com a proposta de empregar seu conhecimento em comunicação para divulgar a dança. Trabalhou em publicações segmentadas em Curitiba e São Paulo. Desde 2004, desenvolve trabalho de assessoria de comunicação para profissionais e empresas atuando no planejamento e execução de estratégias de comunicação interna e externa, produção de conteúdo, publicações corporativas e assessoria de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *