Espetáculos/Shows, Notícias

Balé Jovem de Salvador apresenta remontagem do espetáculo Aroeira, de Cristina Castro

Dançado originalmente há 12 anos, o espetáculo “Aroeira – com quantos nós se faz uma árvore”, idealizado pela coreógrafa Cristina Castro para o grupo Vila Dança, ganhou uma remontagem em 2019 com o Balé Jovem de Salvador (BJS). A obra está em cartaz até 27/01, no Teatro Vila Velha, em Salvador.

Aroeira, essa árvore tão resistente e que vive tanto tempo acumulando camadas (seus nós) é a metáfora para as discussões sobre memória e tempo que a dramaturgia coreográfica pretende discutir. Cristina Castro propõe nova abordagem para o espetáculo Aroeira, sem o uso da trilha sonora original, composta por Milton Nascimento.

A ideia da apresentação no silêncio surgiu durante o processo de ensaios da remontagem, quando os bailarinos precisaram fazer um ensaio corrido, sem a trilha sonora do espetáculo. Para Cristina que ainda não tinha presenciado a performance no silêncio, um novo ambiente expressivo surgiu.

“Foi como um insight: usar apenas o silêncio, entrecortado pelos barulhos dos corpos em movimento, num espetáculo que fala sobre memória e crescimento, sobre escolhas e dúvidas. O silêncio potencializou toda a carga poética dos movimentos”, explica. A coreógrafa acredita ainda que este é o momento de fruir o espetáculo por outro caminho: o do encontro dos corpos com outros corpos e com o chão do palco, apenas.


O que: Aroeira – com quantos nós se faz uma árvore
Quando: 18, 19, 20, 25, 26 e 27/01
sex e sáb, às 20h | dom, às 19h
Onde: Cabaré dos Novos | Teatro Vila Velha
Salvador-BA
Quanto: sex R$ 20,00 (inteira) | sáb e dom R$ 30,00 (inteira)
Ingressos: www.teatrovilavelha.com.br e na bilheteria
Informações: (71) 3083-4600

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *