Eu danço

Amadores na dança, profissionais na diversão!

aba_campeoes-salsa-amadora

Socialização e diversão são palavras que caracterizam a dança de salão e, em geral, o que motiva os alunos a procurarem a prática desta atividade que se funde com lazer. Mas embora este seja o perfil do praticante que não é profissional de dança, o gaúcho Gustavo Leal, 32 anos, Engenheiro de Processos, e a paranaense Ellen Nemitz, 23 anos, consultora de investimentos, são uma prova de que é possível se dedicar mais a dança sem perder a diversão, mesmo não sendo um profissional da área. No dia 01/03/2013, eles ganharam o 1º Concurso de Salsa Amadora de Curitiba, que teve entre os jurados o casal Bicampeão Mundial de Salsa em Porto Rico, Carine Morais e Rafael Barros. “Eles brincaram e se divertiram e acredito que a gente tem que resgatar esta essência da salsa no ambiente de salão ou de uma competição amadora como foi esta”, diz Carine.

Mas se engana quem pensa que a dança descontraída e cheia de gracejos que deu a vitória ao casal aconteceu ao acaso. Eles contam que ensaiaram por cerca de um mês, desenvolvendo uma coreografia com base nos passos que conheciam, além de criarem um figurino para apresentação feito sob medida por uma costureira. A dupla também contou com torcida organizada que vibrava a cada execução dos passos do casal. “O que pensamos foi: o campeonato é amador, mas vamos levar a competição a sério. Procuramos selecionar movimentos que achávamos legais de forma que não ficasse só nos giros, e dançar com alegria, porque o que a gente gosta é da dança, o resto é consequência”, ressalta Gustavo. “Foi tudo muito pensado e planejado pra chegar no resultado que felizmente tivemos”, complementa Ellen, ressaltando que esta será a primeira de muitas competições amadoras que pretendem participar.

O casal com os organizadores do campeonato Carmelina Passos, Washington Passos e Carina Trombin

Ellen e Gustavo se conheceram nas aulas de dança há cerca de três anos e há dois anos iniciaram o namoro, embalado pela paixão em comum pela dança. “Pra nós a dança é um hobby, mas um hobby levado a sério. A gente investe nosso tempo livre em dança porque é o que a gente gosta de fazer”, declara Gustavo afirmando que não tem pretensão de se profissionalizar.

O casal recebendo o troféu das mãos de Carine Morais e Rafael Barros

Eles contam que fazem aulas regulares de ritmos variados e participaram também de cursos intensivos específicos de salsa. “Somos salseros de coração. Foi o primeiro ritmo que me identifiquei quando comecei a fazer aula e sempre procuro me aprofundar mais no aprendizado da salsa”, diz ele.

O casal vitorioso sem dúvida representa bem a proposta do evento – organizado por Carmelina Passos e pela dupla de dançarinos Washington Passos e Carina Trombin, com apoio dos bicampeões mundiais de salsa – que é difundir o ritmo na capital paranaense. “Nossa expectativa é que ano que vem mais pessoas participem porque viram que não é preciso jogar a mulher pra cima e girar mil vezes pra ganhar um campeonato e se divertir”, ressalta Carine Morais.

Fotos: Leandro Grigoletti/Dança em Pauta

Confira a cobertura fotográfica do evento em nossa Fanpage no Facebook

Postagem AnteriorPróxima Postagem
Jornalista formada pela Universidade Tuiuti do Paraná, atuando na área desde 1997 como repórter, redatora e assessora de imprensa. Em 2010, lançou o site Dança em Pauta com a proposta de empregar seu conhecimento em comunicação para divulgar a dança. Trabalhou em publicações segmentadas em Curitiba e São Paulo. Desde 2004, desenvolve trabalho de assessoria de comunicação para profissionais e empresas atuando no planejamento e execução de estratégias de comunicação interna e externa, produção de conteúdo, publicações corporativas e assessoria de imprensa.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *